25.5.11

 

JÁ SÓ FALTAM DUAS “FINAIS”

O FC Porto Império Bonança bateu, esta quarta-feira, a Física de Torres Vedras (7-3) e continua a liderar o campeonato nacional. Mais importante do que isso, está apenas a duas vitórias do decacampeonato. Barcelos é o próximo destino (sábado, 18h) e, depois, fica a faltar a recepção à Oliveirense. No Dragão Caixa, Reinaldo Ventura foi a figura de destaque, com quatro golos (três deles de penalti).

O filme da primeira parte pode ser contado em poucas palavras: muita posse de bola do FC Porto, várias intervenções difíceis do guarda-redes forasteiro, Carlos Coelho, e muita eficácia da equipa de Torres Vedras, que fez poucos remates e que se apresentou muito fechada. Os Dragões responderam com um alto índice de aproveitamento nas “bolas paradas”, que lhes garantiria o triunfo.

Os azuis e brancos chegaram à vantagem aos nove minutos, através de um penalti apontado por Reinaldo Ventura, castigando falta sobre Pedro Gil. A Física empatou no minuto seguinte. Aos 13, uma carga de Samuel Lima sobre Pedro Gil deu origem a um livre directo, convertido pelo espanhol. Tal como aquando do 1-0, os forasteiros empataram no ataque seguinte. Mas os Dragões sairiam para o intervalo em vantagem: Reinaldo Ventura converteu novo penalti, após falta de Vítor Fortunato sobre Gonçalo Suíssas.

Edo Bosch também não deixou de ter um papel neste triunfo e isso foi visível, por exemplo, aos 29 minutos, quando evitou que Carlos Gomes, isolado, empatasse a partida. Sete minutos volvidos, nova falta na área de Samuel Lima valeu-lhe o cartão azul e um penalti para o FC Porto. Reinaldo Ventura não perdoou e deu pela primeira vez uma vantagem de dois golos à formação da casa. Em situação de “power-play” (mais um jogador em pista), Pedro Gil, de meia distância, fez o 5-2 e resolveu a questão do vencedor da partida.

Os forasteiros estenderam-se, então, um pouco mais na pista, proporcionando mais situações de remate aos azuis e brancos. Foi assim que André Azevedo, de primeira, assistido por Pedro Gil, fez o 6-2, aos 43 minutos. Reinaldo Ventura, em mais um livre directo, estabeleceu o resultado final, aos 46 minutos.

Na sala de imprensa, o técnico Franklim Pais analisou o encontro: “Foi uma vitória difícil, mas já contávamos com isso. Jogámos frente a uma equipa com muita experiência e que não proporciona contra-ataques. Viemos de uma competição europeia, com dois jogos consecutivos, muito desgastantes, quer a nível físico quer psicológico. Conseguimos ser muito eficazes nas ‘bolas paradas’, numa vitória que foi muito valorizada pelo adversário. O campeonato vai-se ganhar nos pormenores e quem aguentar a pressão vai ser campeão. Nós estamos habituados à pressão”.

FCPORTO.pt 

 

 

Estamos a duas vitórias do DECA...

 

Próximo jogo no sábado em Barcelos. 

 

Força Porto!

link do postPor 100% Dragão, às 23:34 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Estádio do Dragão
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9



30


subscrever feeds
blogs SAPO